A China está a construir uma réplica em tamanho real do Titanic

04/12/2016No Comments

O projeto megalómano, que está orçamentado em 145 milhões de dólares, teve início no final do mês de novembro e insere-se numa iniciativa para fomentar o turismo na província chinesa de Sichuan.

 Uma vez terminado, o navio terá 269 metros de comprimento por 28 metros de largura. Veja as primeiras fotos do gigantesco estaleiro. © Getty Images (Reprodução)

Uma vez terminado, o navio terá 269 metros de comprimento por 28 metros de largura. Veja as primeiras fotos do gigantesco estaleiro. © Getty Images (Reprodução)

O estaleiro onde decorrem os trabalhos fica a mais de 1.200 quilómetros de distância do mar e quando os trabalhos estiverem concluídos, o navio ficará permanentemente ancorado numa zona do rio Qijiang que lhe vai ser especialmente destinada.

De acordo com a agência noticiosa estatal chinesa Xinhua, o interior do novo Titanic vai tentar reproduzir o original, com um salão de baile, uma sala de espetáculos, uma piscina e os muitos quartos incluídos na famosa embarcação.

Recorde-se que o verdadeiro RMS Titanic foi pensado para ser o navio mais luxuoso e mais seguro da sua época, gerando a fama de que, supostamente, seria inafundável. A realidade viria a desmentir a lenda e a sua viagem inaugural, que se iniciou a 10 de abril de 1912 viria a revelar-se fatal. O navio ‘inafundável’ embateu num icebergue e deu origem a um dos maiores desastres marítimos da história, tirando a vida a mais de 1500 pessoas.

Definitivamente, esperemos que o Titanic chinês tenha melhor sorte. Clique na galeria e veja as fotos do gigantesco estaleiro e aproveite para recordar a embarcação original. Leia matéria original em Noticias ao Minuto

email

Leia Também:

  1. Estaleiro Enseada em Maragogipe já está com 75% das obras concluídas
  2. Petrobras vai dobrar de tamanho em sete anos
  3. Ecovias poderá construir pista para novo acesso ao cais santista
  4. César Borges vai à China discutir investimento em ferrovias brasileiras
  5. China é esperança para destravar desenvolvimento e logística de MS

Deixe uma resposta


5 + 3 =