Transnordestina será diferencial na cultura do transporte do Piauí

10/08/2015No Comments

A ferrovia Transnordestina, que liga o município de Eliseu Martins, no Sul do Piauí, ao Porto de Pecém, em Fortaleza (CE), e ao Porto de Suape, em Recife (PE), já tem 100% concluídos no trecho de Missão Velha, no Ceará, a Salgueiro, em Pernambuco; 99% concluídos no trecho entre Salgueiro a Trindade, em Pernambuco; 39% concluídos no trecho entre Trindade e Eliseu Martins; 49% entre Salgueiro e Suape; e 3% entre Missão Velha e Pecém, informou o diretor do Departamento de Concessões da Secretaria de Fomento para Ações de Transportes do Ministério dos Transportes, Dino Antunes Dias Batista.

Reproduções Portal Meio Norte

Reproduções Portal Meio Norte

O governador Wellington Dias visitou na quinta-feira passada as obras da ferrovia Transnordestina, que está sendo construída pela empresa Transnordestina Logística, em uma Parceria Público-Privada (PPP), com o Governo do Piauí e o Governo Federal.

Dias afirmou que a construção da ferrovia Transnordestina está orçada em R$ 7,5 bilhões, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), sendo R$ 2,2 bilhões de recursos próprios da Transnordestina Logística e R$ 3,5 bilhões de terceiros. Atualmente estão trabalhando na obra 4.535 empregados e mobilizados 1.230 equipamentos.

A superintendente de Obras da Secretaria Estadual de Transportes, Cristina Lages Castelo Branco, disse que a a ferrovia Transnordestina tem importância enorme para a região como modal de transporte rodoviário, que tem custos mais baratos de transporte possibilitando o escoamento da safra de grãos dos Cerrados do Piauí e os minérios de três Estados – Piauí, Ceará e Pernambuco.

“É uma obra de infraestrutura que vai trazer um diferencial enorme para o Piauí e região. A ferrovia é o modal mais adequado a esse tipo de transporte”, afirmou Cristina Lages Castelo Branco.

O diretor de Transporte Modal da Secretaria Estadual de Transporte, Osvaldo Bonfim, afirmou que a ferrovia Transnordestina tem uma extensão de 1.753 quilômetros, sendo que 46% de toda a obra já foram concluídos.

Segundo ele, o trecho en-tre Missão Velha e Salgueiro tem 96 quilômetros de extensão; o trecho entre Salgueiro e Trindade tem 163 quilômetros de extensão; o trecho entre Trindade e Eliseu Martins tem 423 quilômetros de extensão; o trecho entre Salgueiro e o Porto de Suape, o mais longo, tem 544 quilômetros de extensão; e o trecho entre Missão Velha e o Porto de Pecém tem 526 quilômetros.

A ferrovia Transnordestina tem inauguração marcada para janeiro de 2017 e o trecho entre Trindade e Eliseu Martins deve ser concluído em outubro deste ano.

“As obras da Transnordestina estão bem adiantadas e foram retomadas com toda a força este ano. A Transnordestina Logística já entrou em acordo financeiro, as questões financeiras foram resolvidas e agora tem que ser resolvida a questão de desapropriações de terras, o que ainda está intervindo na construção da ferrovia”, declarou Osvaldo Bonfim.

Cristina disse que as obras da ferrovia Transnordestina são de responsabilidade da Transnordestina Logística, uma empresa que é responsável também pela administração e operação da ferrovia que atravessa os Estados de Pernambuco, Ceará e Piauí. Fonte: Portal Meio Norte

email

Leia Também:

  1. Trecho da Transnordestina no Piauí será concluído em 2016
  2. ANTT deve multar Transnordestina por atraso na obra
  3. Atraso na Transnordestina
  4. Ferrovia Transnordestina supera orçamento original em R$ 3 bi
  5. Transnordestina: Mais atrasada e mais cara

Deixe uma resposta


8 + = 9