Porto de Antonina inicia ação de conscientização a caminhoneiros

10/08/2016No Comments

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) lançou nesta quarta-feira (10) uma campanha sobre segurança e educação no trânsito volta aos caminhoneiros que acessam o Porto de Antonina. O objetivo é alertar e conscientizar os motoristas de caminhões que trafegam pela PR-408, entre a BR-277 e o porto, passando pelas cidades de Morretes e Antonina sobre os cuidados que devem tomar ao passar pela área urbana do trajeto.

Foto: APPA

Foto: APPA

A ação consiste em uma palestra de integração aos caminhoneiros que descarregam no Porto de Antonina apontando os pontos mais perigosos da estrada e onde estão os pontos de lentidão e maior cuidado. Um folder com as indicações também é entregue a todos os motoristas que passam pela estrada em direção ao porto. Ao longo do trajeto, também estão instalados outdoors e materiais de comunicação alertando para a direção consciente e segura.

Também são entregues materiais de orientação quanto à manutenção dos veículos, como os que já são distribuídos para os caminhoneiros que passam pelo Pátio de Triagem de Paranaguá e o cais do porto.

O diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, explica que o objetivo da campanha é prevenir acidentes e preservar a segurança das populações das duas cidades e dos motoristas. “Atualmente, o único acesso ao Porto de Antonina é pela PR-408 e o trajeto dos motoristas passa pela área urbana de dois municípios. Queremos alertar aos caminhoneiros que a atenção deve ser redobrada nestes locais. Apesar de não ser uma obrigação da Appa, nós entendemos que cuidar da vida com segurança é uma questão de responsabilidade sócio-ambiental”, afirma Dividino.

A caminha aponta também a localização de hospitais e escolas, onde há maior fluxo de pedestres, e orienta os pontos em que a velocidade máxima da via é de 40 quilômetros por hora – reforçando que a sinalização deve ser respeitada ao longo de todo o percurso.

O caminhoneiro Ademar Rosalino foi um dos que recebeu a orientação. Segundo ele, a ação é fundamental para que todos entendam suas responsabilidades para um trânsito seguro. “Todos têm que respeitar as regras, a sinalização e dirigir com segurança e atenção para que ninguém se machuque”, afirma.

ALTERNATIVA – Atualmente, a PR-408 é o único acesso ao Porto de Antonina, passando pela área urbana dos municípios de Antonina e Morretes. Comunidade e caminhoneiros pedem por uma alternative de acesso ao município. Recentemente, foi realizada nas duas cidades audiências públicas para apresentar à população o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para a construção do novo acesso rodoviário ao porto, a PR-340.

A PR-340 representa uma alternativa para melhoria das condições urbanas, uma vez que seu traçado desviará o tráfego pesado de veículos das áreas urbanas de Morretes e Antonina. Desta forma, serão reduzidos os transtornos à população em geral, relacionados especialmente à geração de ruídos, fumaça, material particulado (poeira), vibrações e riscos de acidentes.

Com a implantação da PR-340 o tráfego com destino à Antonina deixará de impactar diretamente sete escolas e dois postos de saúde na área urbana de Antonina.

email

Leia Também:

  1. Embraport promove ação especial para caminhoneiros
  2. Operação Safra 2014 realiza ação com caminhoneiros na região de Ponta Grossa
  3. Caminhoneiros em protesto fecham entrada do Porto do Itaqui
  4. Appa dá início à dragagem do Porto de Antonina
  5. Começam as obras de revitalização do Porto de Antonina

Deixe uma resposta


5 + = 8