Grecco, de Mauá, incorpora empresa do Grupo Usiminas

15/10/2016No Comments

A Grecco Logística, transportadora mauaense que neste mês completa 50 anos de existência, acaba de incorporar a Rios Unidos, empresa do Grupo Usiminas, adquirida em abril do ano passado por R$ 18 milhões. Com a transação, a companhia, que nasceu como negócio familiar na região em 1966 e fez seu nome no transporte de vidros, amplia sua atuação no setor siderúrgico e passa a figurar entre as dez maiores do ramo no País.

Foto: DGABC (Reprodução)

Foto: DGABC (Reprodução)

Mesmo com a expansão, a Grecco, que agora se chama GTI-Log, mantém sua sede no mesmo endereço no Parque São Vicente, em Mauá. O espaço de 220 m² (metros quadrados), porém, agora fica apenas voltado a armazenagem e distribuição, e abriga os segmentos administrativo e operacional. O estacionamento e a manutenção da frota, que passa de 500 para 700 equipamentos, entre carretas, cavalos mecânicos e trucks (sistema de rodas), serão alocados para prédio de 10 mil m² no Sertãozinho, onde funcionava anteriormente uma concessionária de veículos.

“Optamos por permanecer no local porque estamos muito bem situados, a 300 metros do Rodoanel, com fácil acesso a toda a Grande São Paulo e perto dos nossos clientes”, explica Odair Brito, diretor comercial da GTI-Log. A companhia possui ainda 18 filiais espalhadas pelo País (sendo a maioria no Sudeste) e duas na Argentina (Buenos Aires e Córdoba).

Com a aquisição, cuja negociação se desenrolou por dois anos – sendo a maior parte do tempo para que o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) autorizasse a operação –, o número de funcionários passou de 300 para 380, sendo que 30 deles foram contratados e, o restante, transferido. O faturamento, que encerrou 2015 em R$ 120 milhões, deve terminar o ano em R$ 160 milhões, com alta de 25%. Para 2017, a projeção é incrementar a receita em mais 20%, e atingir R$ 200 milhões. De acordo com Brito, a expectativa é aumentar também o quadro de funcionários, em até 30%, o que deve demandar a admissão de cerca de 100 pessoas no ano que vem.

ESPECIALIZADO – A Grecco iniciou suas atividades meio século atrás no transporte especializado de vidros, e teve como primeira cliente a Saint Gobain (à época Santa Marina). Ao longo de cinco décadas, foi ampliando sua carteira de clientes com nomes como Braskem, Cebrace, Avon, Viminas e Grupo Usiminas. “Já trabalhamos para a Usiminas há mais de dez anos, transportando minérios e realizando serviço de abastecimento de almoxarifado das fábricas. Para ampliar o volume de negócios miramos na aquisição da Rios Unidos, que realiza o escoamento dos produtos acabados, como bobinas e chapas de aço, para o cliente final da Usiminas”, explica o diretor comercial, que avalia como tendência a terceirização de serviços, a fim de focar na atividade principal. Agora, a GTI-Log responde por 30% de todo o volume transportado pela fabricante de aço.

A Usiminas confirma que realizou a venda do ativo de transportes da Rios Unidos Logística e Transporte de Aço para a empresa Grecco, no valor de R$ 18 milhões, conforme informado no relatório de divulgação de resultados do primeiro trimestre. “Os negócios de armazenagem permanecem no portfólio de serviços da Rios Unidos, que continua como subsidiária da Usiminas.”

O novo segmento responde por cerca de 35% do faturamento da GTI-Log. Outros 40% provêm da Saint Gobain.  Leia materia original em Diario do Grande ABC

email

Leia Também:

  1. Em decisão controversa, Conselho de Administração da Usiminas aprova destituição do CEO e dois diretores da empresa
  2. Obras do Cais Mauá deverão estar concluídas para a Copa do Mundo
  3. Empresa atraída pelo Governo fortalece logística no Porto do Pecém
  4. Obras de revitalização do Cais Mauá começam nesta terça-feira
  5. McLane Brasil é adquirida pelo grupo francês FM Logistic

Deixe uma resposta


+ 8 = 9