Ferrovia Goiânia-Brasília pode ser repassada para os Chineses

26/07/2016No Comments

Reprodução

Reprodução

Investidores chineses estão de olho na execução da obra do trem que ligará Goiânia-Anápolis-Brasília (DF). Representando o governador Marconi Perillo, o secretário chefe do Gabinete de Gestão da Governadoria, Luiz Alberto de Oliveira, recebeu nesta quarta-feira, dia 20, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, empresários do Grupo Tiesiju Civil Engineering, sediado na China, em busca de detalhes técnicos sobre o projeto, sua viabilidade e sobre a contrapartida do Estado.

Numa reunião de mais de uma hora, eles disseram que a China tem hoje uma reserva de 45 bilhões de dólares para investir no Brasil. Um dos projetos de “alto interesse para o grupo” é a ferrovia entre as duas capitais do Centro-Oeste. “Estamos nos preparando para a concorrência pública. Por isso queremos todos os tipos de informações sobre esta obra”, afirmou o vice-presidente da empresa para a América Latina, Hu Hongliang.

Luiz Alberto de Oliveira, por sua vez, afirmou que o Estado de Goiás está de portas abertas para atender as solicitações e informações sobre obras públicas. O secretário em exercício da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), Luiz Antônio Maronezi, apresentou informações sobre as obras. Eles se reuniram novamente no final da tarde, quando foram apresentados detalhes técnicos e potencial econômico do expresso ferroviário que ligará as duas capitais, passando pela cidade de Anápolis. Leia materia original em Diario de Goias

 

email

Leia Também:

  1. Expedição pró-ferrovia Transcontinental com chineses inicia na Amazônia
  2. Projeto da ferrovia Mato Grosso-Pará será apresentado em Brasília
  3. Chineses conhecem operação de grãos no Porto de Paranaguá
  4. Curso prepara Executivos para negociar com chineses
  5. Empresários chineses discutem investimentos em novos projetos do agronegócio

Deixe uma resposta


7 + = 12