Diretoria da ANTAQ se reúne com Usuport-RJ

16/04/2017No Comments

Reunião faz parte da Agenda Positiva da Agência com usuários dos portos brasileiros

A diretoria da ANTAQ recebeu, na terça-feira (11), o diretor-presidente da Associação dos Usuários dos Portos do Rio de Janeiro (Usuport-RJ), André de Seixas, fazendo parte da Agenda Positiva da ANTAQ com usuários dos portos brasileiros. Durante a reunião, foram discutidos diversos assuntos, entre eles, a permissão para entrada de veículos no porto que a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) exige.

Diretoria da ANTAQ se reúne com Usuport-RJ

Diretoria da ANTAQ se reúne com Usuport-RJ

O diretor-geral da ANTAQ, Adalberto Tokarski, afirmou que aguarda da diretoria da CDRJ solicitação de agendamento de reunião na Agência, em Brasília. “Discutiremos vários assuntos com a Companhia Docas, e a questão da exigência para a entrada de veículos no porto estará na pauta”, garantiu Tokarski.

Para o representante da Usuport-RJ, o sistema de permissão e as exigências da CDRJ são arcaicas. “Os arrendatários do Porto do Rio de Janeiro podem se responsabilizar pela entrada no porto. É preciso desburocratizar os portos.”

No ano passado, a Usuport-RJ encaminhou denúncia à ANTAQ contra a CDRJ, “pelos excessos burocráticos impostos aos transportadores rodoviários, usuários dos serviços, pessoas de maneira geral e demais empresas, no tocante aos acessos aos Portos Organizados do Rio de Janeiro por ela administrados, principalmente os portos do Rio de Janeiro e Itaguaí onde se encontram os três terminais de contêineres que prestam atendimento à massa de usuários embarcadores, exportadores e exportadores.” A ANTAQ analisou o documento e não conseguiu confirmar os fatos denunciados.

Tokarski afirmou que por ter sido reiterado o pleito pela Usuport-RJ, agora pessoalmente pelo diretor-presidente e com outros fatos, a denúncia será reanalisada, inclusive com novas fiscalizações se o assunto demandar.

Outro assunto debatido na reunião de terça-feira foi a proposta de norma que dispõe sobre os direitos e deveres dos usuários, dos agentes intermediários e das empresas que operam nas navegações de apoio marítimo, apoio portuário, cabotagem e longo curso, e estabelece infrações administrativas, onde o representante da Usuport reiterou seus posicionamentos sobre o assunto.

A proposta de norma ficou em audiência pública (06/2016) entre 24 de outubro e 30 de dezembro de 2016. “Estamos na fase de análise das contribuições”, informou o gerente de Regulação da Navegação Marítima da ANTAQ, Sérgio Oliveira, ressaltando que para essa proposta de norma houve 966 contribuições. “Estamos buscando o equilíbrio de interesses, perseguindo sempre o interesse coletivo e uma prestação do serviço de qualidade”, destacou o gerente. A ANTAQ deve publicar a norma ainda no primeiro semestre. Fonte/foto: Antaq

email

Leia Também:

  1. Antaq reúne-se em Brasília com empresários de navegação interior
  2. ANTAQ aprova norma para autorização de instalações portuárias privadas
  3. Nova diretoria toma posse na CDRJ
  4. ANTAQ realiza audiência presencial sobre projetos de arrendamento
  5. Senado aprova nova diretoria da ANTAQ

Deixe uma resposta


5 − 5 =