Exportações de soja via ‘Arco-Norte’ representam 26,7% dos envios de Mato Grosso

18/08/2015No Comments

porto barcarena reproducao internet

Porto Barcarena

Mato Grosso exportou 11,873 milhões de toneladas de soja em grão entre janeiro e julho. Deste volume 3,177 milhões de toneladas, ou seja, 26,7% saíram do país via por portos do ‘Arco-Norte’. Em 2014 o percentual era apenas de 7,7%. O crescimento no despacho de soja via portos da região Norte do Brasil é decorrente a logística ser mais vantajosa para as regiões Médio-Norte e Nordeste do estado que na safra 2014/2015 representaram aproximadamente 50% das 28,085 milhões de toneladas produzidas.

O principal destaque é o porto de Barcarena (PA) que já escoou 1,090 milhão de toneladas em 2015. O porto entrou em operação em setembro de 2014. Outro destaque é o porto de São Luís (MA) que saltou de 374 mil toneladas para 613 mil toneladas o volume escoado.

Pelo porto de Santarém, de acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), houve uma “leve” redução de 615 mil toneladas para 614 mil toneladas. Já o porto de Manaus saltou de 785 mil toneladas para 860 mil toneladas.

“O escoamento de soja em grão de MT está destacando novas rotas em 2015. Os portos do Sudeste e do Sul ainda aparecem com grande participação, mas se observa a confirmação da tendência de aumento participativo dos portos do arco norte (Norte e Nordeste), dado que a logística é mais vantajosa aos produtores do médio-norte e nordeste de MT. [...] O grande destaque de 2015 foram os portos de Barcarena-PA e de São Luís–MA, os quais aumentaram suas participações no escoamento acumulado em 185% e 64%, respectivamente, e juntos exportaram 947 mil toneladas a mais em 2015. [...] Espera-se que a movimentação nos portos do arco norte aumente nos próximos anos, beneficiando não só os produtores de MT como a competitividade brasileira no mercado internacional”, destacou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) em seu Boletim Semanal da Soja, divulgado nesta segunda-feira (17).

De acordo com o Imea, das 28,085 milhões de toneladas produzidas por Mato Grosso na safra 2014/2015 eram provenientes da região Médio-Norte 9,865 milhões de toneladas e do da região Nordeste 4,692 milhões de toneladas.

Santos e Paranaguá

Os embarques pelo porto de Paraguaná (PR) retraiu “drasticamente” de 1,454 milhões de toneladas de janeiro a julho de 2014 para 656,2 mil toneladas em 2015, revelam dados da Secex, que podem ser verificados no Boletim Semanal do Imea.

Já pelo porto de Santos (SP) a retração foi de 6,716 milhões de toneladas para 5,991 milhões de toneladas. Fomte: Agro Olhar

email

Leia Também:

  1. Novo porto no Maranhão carrega 1º navio com soja oriunda de Mato Grosso
  2. Portos secundários conquistam a soja de Mato Grosso
  3. Logística ruim trava venda de soja em Mato Grosso
  4. Mato Grosso do Sul ainda armazena 20% da safra de soja 2012/2013
  5. Produtores do Mato Grosso querem ferrovia para levar soja

Deixe uma resposta


− 1 = 7